quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Infelizmente este é o "investimento" que o governo da BAHIA faz ...

(Unfortunately this is the "investment" that the government of Bahia does ...)




O Tema, a necessidade do uso da camisinha, é de extrema IMPORTÂNCIA, mas a ideia , foi EXTREMAMENTE infeliz!
Segregadora, preconceituosa, e ao meu entender, com uma mensagem subliminar contra o Rock & Roll!

Algo como se aqui na “bahia deles” não houvesse espaço para outro tipo de música, ritmo, ou Máfia  - dita cultural - .

Ora ora, estou na Bahia, pago os meus impostos que são terrivelmente mal administrados por estes “políticozinhos” que só legislam, ou só executam, em suas próprias causas ...





E sem falar que a exposição desta infeliz ideia bate de frente com os discursos feitos pelo próprio governo do Estado e alguns de seus órgãos, como a Bahiatursa, que propaga pelos quatro ventos do País, em propagandas por vezes muitíssimo bem pagas, a pluralidade da Bahia em frases do tipo, “Bahia de todos os tons e todas as cores” e “Bahia terra das diversidades”, e vem a secretaria da saúde e, 'PIMBA', faz este tipo de propaganda... 'Bahia Terra de TODOS nós' , não é mesmo?

O Governo até tenta dar uma “colher de chá” para o Movimento com o já citado aqui no Blog, o prêmio “Bahia de todos os Rocks” e o famigerado 'Palco do Rock' em alguma praia distante em Salvador nos dias de carnaval.

No mínimo conflitante estes discursos... um paradoxo.

Nós que já passamos por  Bono Vox (do U2), junto com The Edge (o guitarrista do mesmo U2), em pleno carnaval da Bahia, cantando “chupa toda” ao lado de Ivete Sangalo, pensávamos ter visto de tudo, mas conseguiram um outro momento vexatório e constrangedor para nós Rockers, ao colocarem este dublê de "grande astro", da música pago-deira, nesta infeliz alusão!

Bem, que lhe caiam os dedos!

Ao menos guardo a certeza de quê não verei o Led Zeppelin executando rebolation ... ARGGGGGGGGGGHHHHHHHHHH!!!



2 comentários:

Dadau Toledo disse...

Acho que vc não vai muito com a cara dele, mas Marcelo Nova já dizia "Salvador a cidade do axé a cidade do horror", pior que hoje é do axé e do pagode.
O mais engraçado é que o termo axé music surgiu como uma forma de esculachar este tipo de coisa (não dá pra chamar isso de música), e eles pegaram isso como um negócio bom tamanha a ignorância desse povo, que não sabe nem quando está sendo sacaneado.
Foda mas os turistas vem a procura exatamente desse tipo de coisa, virou um mercado de consumo gigante essa podridão.
TÁ FODA JACK.

Ana disse...

Meu.. não tinha visto isso!

hits Online Users

De onde vem..

www.e-referrer.com

BlogBlogs.Com.Br

    IP
Comentar/adicionar no Comentarium Blogroll Center Music Paperblog :Os melhores artigos dos blogs
Contador de visitas