domingo, 18 de setembro de 2011

Cream - Os MESTRES dos solos, REIS do improviso !!!



  O ano era 1966, e depois de uma legião de jovens ingleses pincharem muitos muros pela Grã-Bretanha a fora com a frase "Clapton is GOD!", Eric Clapton iniciava-se em outra fase de sua conturbada Vida! Deixando para trás John Mayall e os seus Bluesbreakers, e ainda um "monte" de trabalhos temporários como músico, Clapton formou com mais dois "MONSTROS SAGRADOS" uma das mais espetaculares Bandas que o Mundo TODO já viu! O power trio - Cream! Como o nome sugere: "A Nata" de cada dupla - músico e seu respectivo instrumento!

(O camaleônico Eric Clapton e o seu black power - Hendrix?)

  Sem dúvidas, Eric Clapton é uma "lenda" do Rock e escreveu alguns capítulos sensacionais da História do Rock & Roll! Porém, Jack Bruce e Pete 'Ginger' Baker, ao meu ver, sobraram em todos os aspectos, não só nas composições, como também nas performances em seus instrumentos, sendo a tão ponto 'competitivos' com relação aos solos e improvisos, que muitas vezes até sufocavam a Guitarra de Clapton! Era cada um por si e TODOS os três pela Música!



Baker e Bruce já eram músicos conhecidos nos E.U.A., mas Clapton, saiu do Yardbirds antes deste "estourar" por lá. Clapton era considerado um deus no Reino Unido, que tentava colocar o Cream além Atlântico. No entanto, a vingança americana veio pelas mãos do baixista do Animals, e ocasionalmente empresário, Chas Chandler, que levou Jimi Hendrix até Londres. Uma Jam, e alguns Shows depois, quem realmente seria o deus da Guitarra? Mike Bloomfield, Pete Townsend e o próprio Eric Clapton, ficaram deprimidos, entregaram-se as drogas, quase desistiram e cada um deles passou por seu calvário, graças ao Fenômeno Jimi Hendrix!
Mas esta é uma outra História!
É que uma coisa trás a outra e aí...


A experiência de se ouvir o Cream é fascinante! A sua música variava de uma inocência em estúdio, até o Hard mais feroz e crú que os anos 60 poderia nos ofertar! Muito improviso entre os três Gênios músicos, digno de desempenhos só visto antes mesmo no Mundo do Free Jazz! Era o Contrabaixo de Bruce "engolindo" a Guitarra de Clapton, que por sua vez espremia a Bateria de Baker, que preenchia TODOS os espaços da música não deixando um só vazio para a marcação do contrabaixo de Bruce, que não tendo nada a mais a fazer, criava um espetacular solo em seu instrumento aproveitando a base dos sons extraídos da "briga" entre Clapton e Baker!


UFA!


  E por falar em briga, foi exatamente o desgaste entre os EGOS de Bruce e Baker que fizeram esta super Banda dissolver-se em apenas dois anos! Desde a criação do nome da mesma, os integrantes sabiam que eram excelentes, cada um em seu instrumento, e dali partiram para a criação da mais perfeita mistura do sentimento do Blues, com o improviso do Jazz e em suas apresentações Ao Vivo, com o peso, pesado, de seus arranjos.


Se ouvir o Cream é uma experiência única, vê-los então é inesquecível!



  Sem dúvidas, Jack Bruce, com a sua bela voz e o seu jeito inquieto de tocar o seu contrabaixo, Eric Clapton, diferentemente do que depois viria a ser apelidado de "Slowhand", dilascerante, apesar de seus vocais 'quase ingênuos' e Ginger Baker, um insano a procura  do melhor acompanhamento de ritmos percursivos, foram precursores do Rock Pesado!

(Arte: Blog   www.rabisqueira.blogger.com.br)  

Se tomarmos consciência que os sons extraídos dos instrumentos destes três "Monstros Sagrados", foram ainda na década de 60... Muita gente aprendeu ouvindo o Cream durante os anos que se sucederam! Até Hendrix, contemporâneo, gravou 'Sunshine of Your Love', deles, sem nenhum pudor. Mas, com o seu estilo HENDRIX de ser!


Temos de compreender duas coisas bastante distintas: O Cream em estúdio, quase ingênuo algumas vezes, como em 'Blue Condition' do LP "Disraeli Gears" de 1967, e o Cream ao vivo, do "Live Cream Vol. 2", puro virtuosismo, peso e um Documento Histórico! Guitarra cortante, contrabaixo sufocante, bateria tribal e junto a isto tudo, vocais ora harmoniosos, ora rasgantes! Este LP contém autênticos Hinos ao improviso técnico: 'Desert Cities of The Heart', 'White Room', 'Politician', 'Tales Of Brave Ulysses', 'Sunshine Of Your Love' e 'Steppin' Out'!!!!

Nota 10+ !

(Clique na foto para o Torrent)
(Click on PIC!!)

A importância do Cream para a História do Rock foi incomensurável devido ao estilo totalmente inovador de seus músicos! Isto sem falar de seus "filhos" (Blind Faith e West.Bruce & Laing), "netos" (Mountain, KGB e Baker Gurvitz Army) e "parentes próximos" (BTL - Bruce,Trower & Lordan e BBM - Bruce, Baker & Moore)!!!


Até a próxima e ...

Toca o Barco !!!

\m/


(*) Notas do Tio Jack:

1- O Nosso Blog Coirmão Velhidade nos proporcionou uma emocionante "Viagem ao Tempo" com o seu FANTÁSTICO Post da extinta Revista dos anos 70, 'Rock Espetacular', que saiu nas bancas em apenas 03 volumes (e continham compactos duplos com Led Zeppelin e ...[não me lembro quem mais!]) Hmmm... Lembranças de uma Época que não voltará jamais! Quem quiser conferir, é só clicar aqui no *LINK* !!

2- Este POST é dedicado à Marcelo Fernandes Rocha, nosso leitor, que nos sugeriu o Tema - Cream! Obrigado Marcelo e...
"KEEP ON ROCKING!!"

\m/

Um comentário:

Nowhere Man disse...

GRANDE MATÉRIA!!!!!

hits Online Users

De onde vem..

www.e-referrer.com

BlogBlogs.Com.Br

    IP
Comentar/adicionar no Comentarium Blogroll Center Music Paperblog :Os melhores artigos dos blogs
Contador de visitas